segunda-feira, março 2

Aiii vida vida

Passou pouco mais de um mês que voltei das américas e já não consigo pensar noutra coisa que não seja ir-me embora. Não é que não goste de cá estar, mas a sede de viajar é muito maior...
Lanchando torradas com doce de tomate
e voando para longe...

6 comentários:

leitora disse...

txi.quem me dera também ir para esses lados na ásia.
era bom era
ou para a américa latina.
para já fico-me pela europa.a nível monetário é o que consigo suportar*boa sorte

^PIK^ disse...

:)Eu ainda não sei se vou, quer dizer, ainda não comprei os voos, porque o meu coração já está a contar ir no Verão ou no fim do ano!!
Em relação à América Latina, pouco ou nada desbundei mas espero, um dia, deixar de visitar a Ásia anualmente e partir à descoberta de outros continentes ;)
A Europa é-nos muito fácil visitar, ou seja, há voos muito baratos (quase dados mesmo!) mas em relação aos outros gastos todos, UIIII, É CARÍSSIMO!!
Experimenta, para a próxima vez que programares férias, ver voos para outro continente. à excepção da Oceania e da Europa, os gastos são MUITISSIMO mais baixos (no geral, porque sempre um ou outro país mais caro), chegas a fazer férias 1 mês com meia dúzia de tostões... O voos é que custam pagar e, por isso, é que não convém ir só 1 ou 2 semanas (para isso mais vale comprares um pacote de 10 dias que eles ârranjam preços especiais, geralmente).
Experimenta simulares no terminala (www.terminala.pt) e vês logo (de acordo com o itenerário que idealizares fazer) as companhias aéres mais baratas do mercado. Simula também com partidas de Espanha, Reino Unido, Irlanda ou Alemanha, por exemplo (porque temos muitos voos diários de Portugal para esses países, e esses países têm muitas partidas diárias para todas as grandes cidades da maioria dos outros continentes). Depois simula outro voo de Portugal para um desses países da Europa e vais ver que o preço é muito mais baixo do que uma simulação só, pelo menos neste momento (eu vou fazer isso!! consigo aterrar em Kathmandu e vir de Colombo por 500 euros PREÇO TOTAL POR PASSAGEIRO) Ahh... e dá para fazeres a reserva com eles (pela net) e voares low cost e companhias conhecidas na mesma reserva.
Espero ter ajudado e boas viagens (dentro ou fora de Portugal)!
:*

leitora fiel disse...

Ena, tudo explicadinho ao pormenor :O*
Pois é, eu ambicionava fazer uma viagem de pelo menos meio ano (RTW trip), isto é, America latina (Peru, Chile, Brasil)+ Australia, Indonésia, Japão, Tailândia, e ainda uns paises do médio oriente como o Egipto, Jordânia, Turquia, Irão...) bem..e mais umas ilhas no sul de áfrica e afins.Mas infelizmente não tenho condições financeiras. Como tu dizes, as viagens são caras mas depois estando lá é tudo mais em conta que na Europa. Por enquanto apenas me posso ficar pela europa porque os vôos são baratos e os alojamentos nas pousadas são baratos qb, mas enfim, em 15 dias gasta-se uns 700euros por aqui.E mesmo a viajar no limiar, a comer sandes etc.Infelizmente não sou expert em viagens. Nunca cheguei a fazer interrail e apenas fui viajar uma vez. Por isso estou muito verdinha nestas andanças.Como consegues viajar tanto?
Obrigada pelo incentivo, espero um dia destes conseguir fazer uma grande grande viagem. O problema é que quando não trabalhamos, não temos capacidades financeiras para viajar, quando trabalhamos temos $ mas não nos dão tempo.O homem vive mesmo na sua prisão..
Obrigada pelas dicas, se um dia sair do nosso velho continente irei ver vôos a sair de outros sítios que não Pt :)
Boas viagens, fico à espera de mais magnificas e grandes crónicas.
E obrigada pela tua simpatia*

leitora fiel disse...

o mais barato de madrid, barça, london, para santiago do chile é tantantantan...800 euros :/*queria tanto tanto tanto ir ao chile e ao peru :(*

^PIK^ disse...

Olá Leitora Fiel :D
Não tens de ficar triste por não trabalhares e não teres dinheiro para viajar. O mais importante é te sentires bem e ires tentanto fazer um pouco de cada coisa que realmente gostas e te faz feliz. A vida não pode ser vivida a fazer sempre coisas desagradáveis ou chatas, temos que ter metade metade, ou seja, divertimento e trabalho.
Se te sentires com coragem e não perderes a determinação, a vida, quando menos esperares, irá dar-te novas oportunidades e tu só tens que estar bem atenta e as agarrar!
Em qualquer idade se pode (começar a) viajar. Mais importante do que ter dinheiro é ter espírito de aventura (para qualquer coisa!). Se tiveres dinheiro mas não tiveres coragem de partir "à deriva", do que te serve quereres explorar se estás sempre dependente de pacotes de viagens pré-feitos e rígidos que não têm nada a ver connosco. Até fazem lembrar as ovelhas a pastar ou os animais domésticos a ir buscar a bolinha ou o pauzinho.
Como consigo ter dinheiro para viajar? Trabalho e poupo muito :) Mas tem que se ter um trabalho onde se ganhe para viver e para poupar (eu é que poupo muito porque sempre fui habituada a tal. Não me faz diferença não ter roupa nova ou um carro melhor, ao fim ao cabo, se me sinto bem e se não me interessa o que os outros pensam, para quê tanto consumismo? Ao fim ao cabo só quero andar vestida e ter um meio que me transporte! E há quem nunca venha a saber o que essas coisas são!) e depois fico algum tempo sem trabalhar (como fiquei o ano passado e ambiciono ficar o ano que vem ou o seguinte :D). Mas também tem coisas menos boas como, por exemplo, o facto de estar sempre a "despedir-me" dos trabalhos e a arranjar novos quando chego.
Sou arquitecta paisagista e, por isso, também se torna mais fácil trabalhar por projecto, em casa ou do outro lado do mundo.
Achei muita piada ao itinerário que fizeste para uma viagem de meio ano. É muito interessante mesmo! São países que podem ser visitados sem pacote e não deves ter problemas de maior. Pensa nisso como um objectivo e segue-o com determinação. Não te esqueças que estive a programar o ano passado e a juntar dinheiro 4 anos seguidos (de 2004 a 2007), desde que acabei a universidade e arranjei um "trabalho".
Força, não interessa teres esse sonho ou objectivo e não o poderes pôr em prática (já), interessa sim, teres objectivos realistas e lutares por eles. Assim consegues que a vida faça algum sentido e não seja apenas vivida.
:*

leitora disse...

O pior é que quando trabalho não me dão os dias todos que quero.Mas enfim, não vamos chorar, há que aproveitar os bons momentos da vida, e tirar partido dos maus para os tornar melhores.Desde já um obrigada pelo apoio e incentivo,ehe.Claro,pouco gosto dessas excursões organizadas ao milimetro pois não sentimos os cheiros, os sabores e toda a cultura que rodeia essa viagem.Claro,sou uma aventureira nata, desde que me lembre pelo menos.
Eu também vou poupando muito (não ando às compras por tudo e por nada) mas claro que existem trabalhos que são mais bem pagos.O que não é o meu caso,portanto torna-se complicado mas tudo se resolve.
Para já vou aventurar-me na europa, e vou juntando $ nos próximos dois anos, para assim concretizar os meus sonhos asiáticos, americo-latinos, etc :)Fizeste-me ver que o importante é não esmorecer e ter uma ideia na cabeça para a concretizarmos, custe o que custar*um grande beijinho